Brilha Amazonas: Wilson Lima entrega placas de energia solar a comunidades indígenas do Rio Negro

 

Brilha Amazonas: Wilson Lima entrega placas de energia solar a comunidades indígenas do Rio Negro


 

As entregas acontecem após o retorno do governador de encontros na Áustria para tratar sobre energia limpa e renovável

 

O governador Wilson Lima entregou, nesta sexta-feira (05/05), placas de energia solar para quatro comunidades indígenas do rio Negro, como parte do “Brilha Amazonas”, e destacou que a meta é entregar, até o segundo semestre deste ano, 253 kits nesta primeira fase do programa que beneficia quem vive do turismo e que está se tornando referência em política de energia limpa.

 

Com a presença de lideranças indígenas e do vereador Márcio Tavares, representando a Câmara Municipal de Manaus, o evento aconteceu no Parque Rio Negro, bairro São Raimundo, zona oeste da capital. Esta foi a primeira agenda do governador no estado voltada a energias renováveis após o retorno da viagem que fez a Viena, na Áustria, onde tratou sobre tecnologias e pesquisas nessa área.

 

“Nós estamos fazendo uma entrega que tem dois significados importantes. O principal deles é levar dignidade para essas comunidades, é dar a possibilidade de um cidadão que está em uma comunidade dessas, poder trocar o motor à diesel por uma placa de energia solar. Só nessa entrega que nós estamos fazendo, algumas comunidades vão conseguir economizar em torno de R$ 1,6 mil, R$ 2 mil, que gastavam com combustível”, destacou Wilson Lima.


 

O segundo significado importante, de acordo com o governador do Estado, é o fato de tornar concreto o futuro que caminha para adesão a uma nova matriz energética, investindo em fontes renováveis. “Daqui a 20, 30 anos, provavelmente nós não teremos mais os combustíveis fósseis: diesel, gasolina e outros derivados do petróleo. Há uma necessidade do mundo fazer essa transição energética”, afirmou.

 

Receberam os kits de painéis solares as comunidades indígenas Cipiá e Tatuyo, da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Puranga Conquista, localizada a 34 quilômetros da área urbana de Manaus; e Diakuru e Tuyuka, da RDS do Tupé, que fica a, aproximadamente, 25 quilômetros da capital amazonense.

 

O cacique e fundador da comunidade Tatuyo, Pinõ Tatuyo, agradeceu em nome dos povos contemplados. Ele explicou que cerca de 10 famílias moram no local, que vivem do turismo e artesanato.

 

“A gente costuma usar gerador, gasta em gasolina, tem muita despesa para vir comprar em Manaus e o valor dele sobe. Essa vai ser uma ajuda muito grande para nós. A gente está desde 2001 trabalhando com turismo. Recebemos grupos de turistas querendo passar a noite ou simplesmente visitar durante a noite e essas placas vão ajudar nisso”, explicou Pinõ Tatuyo.

 

Brilha Amazonas

O lançamento do Brilha Amazonas foi realizado, em fevereiro, em São Sebastião do Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus), onde comunidades da RDS do Uatumã foram beneficiadas.

 

Até o início de maio, o Governo do Estado, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), já entregou 52 kits de placas de energia solar destinados para empreendimentos em Presidente Figueiredo (36 kits), São Sebastião do Uatumã (2 kits) e Maués (14 kits). Com isso, as comunidades têm uma alternativa sustentável ao uso gerador de energia elétrica, que consome óleo combustível.

 

“Hoje, o programa distribui energia limpa, renovável, que conversa muito com a questão sustentável e dá condições de operação, dignidade e qualidade de vida para quem vive do turismo. O governador Wilson Lima tem uma pauta muito clara que é toda e qualquer política pública conversar com a pauta sustentável e essa é a nossa missão”, ressaltou o diretor-presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio.

 

Além das placas solares, as comunidades indígenas também recebem do Estado o plano de ordenamento para fomentar o etnoturismo. Fazem parte do documento, a formatação do produto turístico, conscientização ambiental e a qualificação profissional.

 

Fotos: Diego Peres e Lucas Silva / Secom

Postar um comentário

0 Comentários