Agosto Lilás: Governo do Amazonas reforça atividades em combate às violências contra as mulheres

 

Agosto Lilás: Governo do Amazonas reforça atividades em combate às violências contra as mulheres

 


 

 

Mês também celebra o 17º aniversário da Lei Maria da Penha

 

A violência doméstica tem feito parte da vida de muitas mulheres e, para conscientizar sobre as formas como ela se manifesta e combatê-las, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), promove a campanha “Agosto Lilás”, com uma programação que apresenta os mecanismos do governo estadual para assegurar os direitos da mulher.

 

No âmbito da Sejusc, as atividades serão coordenadas pela Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM), que dispõe de diversos serviços para atendimento e encolhimento das mulheres vítimas de violência. Somente em 2023, foram 4.731 casos de violência registrados pela Sejusc.

 

Atualmente, a Sejusc dispõe do Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem), da Casa Abrigo Antônia Nascimento Priante, o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), o Ônibus da Mulher, e os seis pontos do Serviço de Apoio à Mulher, Idoso e Criança (Samic), presentes nos municípios de Itacoatiara, Maués, Tefé, Parintins, Humaitá e Tabatinga.

 

Programação

 

Neste mês, as atividades estão intensificadas, com abordagens pelas equipes da Sejusc nos pontos turísticos da cidade, além de bares, hotéis, motéis e centros comerciais.

 

No dia 7 de agosto, acontece a abertura oficial da campanha "Agosto Lilás" e o evento que marca o 17º Aniversário da Lei Maria da Penha, com a entrega da revitalização do Sapem Centro-Sul, Parque Dez, na zona centro-sul de Manaus.

 

No dia 8 de agosto, o Teatro Amazonas será iluminado com as cores da campanha, para chamar a atenção da população para a causa. O município de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus) recebe as atividades do Agosto Lilás no dia 16, com o “Cream em Movimento”.

 

No dia 24, inicia a operação Shamar, que visa combater toda e qualquer forma de violência doméstica e familiar contra a mulher, principalmente o crime de feminicídio, através de ações integradas em parceria com a rede estadual de enfrentamento à violência contra a mulher.

 

Na operação, que segue até 14 de setembro, a Sejusc atua integrada com as secretarias de Assistência Social (Seas), de Segurança de Pública (SSP-AM), a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e órgãos do judiciário, como o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM).

 

No dia 30, as equipes da Sejusc terão uma formação sobre os mecanismos e equipamentos de enfrentamento à violência baseada em gênero no Amazonas.

 

Agosto Lilás

 

O Agosto Lilás foi criado para divulgar e reforçar as medidas de combate à violência contra mulher, entre as quais a Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha, de 7 de agosto de 2006, que é o foco da campanha da Sejusc.

 

Pela legislação, toda mulher, independentemente de classe, raça, etnia, orientação sexual, renda, cultura, nível educacional, idade e religião, goza dos direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sendo-lhe asseguradas as oportunidades e facilidades para viver sem violência, preservar sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual e social.

 

Com a Lei, são assegurados às mulheres as condições para o exercício efetivo dos direitos à vida, à segurança, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, à moradia, ao acesso à justiça, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. Além disso, estabelece crimes ocorridos no ambiente familiar, unidade doméstica e relação íntima de afeto.

 

FOTOS: Lincoln Ferreira/Sejusc

Postar um comentário

0 Comentários