Oito indivíduos são presos durante a Operação Ciranda Segura, deflagrada em Manacapuru pela PC-AM

 

Oito indivíduos são presos durante a Operação Ciranda Segura, deflagrada em Manacapuru pela PC-AM

 


 

Drogas, armas e veículos foram apreendidos durante a operação policial


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), deflagrou, entre quarta-feira (30/08) e esta quinta-feira (31/08), a Operação Ciranda Segura que resultou nas prisões de oito indivíduos e nas apreensões de drogas, armas de fogo e veículos. A operação ocorreu em diversos bairros daquele município.

Os presos foram identificados como Claudenir Monteiro da Mata, 25; Douglas Monteiro Pereira, 28; Francisco Ferreira de Moraes, 25; Felipe Costa da Silva, 35; Lourival da Silva Filho, 24; Nilton Matias Barreto da Silva, 41; e Railson Pereira da Silva, 46. Eles estavam sendo investigados por envolvimento com tráfico de drogas.

Conforme o delegado Rafael Allemand, titular da unidade policial, o principal objetivo da operação foi garantir a segurança pública no município, tendo em vista que nesta sexta-feira (1º/09) será realizado a primeira noite do Festival de Cirandas de Manacapuru, que vai até o dia 3 de setembro.

“Daremos continuidade aos trabalhos policiais ao longo deste final de semana, com a delegacia funcionando em regime de 24 horas para atendimento dos brincantes que irão curtir o festival”, disse.

De acordo com o delegado, no decorrer da operação, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão, que resultaram nas apreensões de drogas, três armas de fogo, munições, aparelhos celulares, dinheiro, cadernos com anotações do tráfico e três motocicletas.

“Além disso, na residência de Douglas Monteiro, encontramos uma máquina de cartão e uma placa, contendo uma chave pix e um QR Code, utilizados como forma de pagamento dos materiais entorpecentes”, disse.

Balanço

Ao longo do mês de agosto, os policiais civis da DIP de Manacapuru deflagraram seis operações policiais, dentre elas duas de inteligência e uma com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Amazonas (MPAM); efetuaram 12 prisões; cumpriram 11 mandados de busca e apreensão; e apreenderam cinco veículos e três armas de fogo.

Procedimentos

Eles responderão por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e entre outros delitos, e ficarão à disposição da Justiça.


FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM e Divulgação/PC.

Postar um comentário

0 Comentários