PC-AM prende dupla em posse de motocicletas adulteradas, em Manacapuru

 

PC-AM prende dupla em posse de motocicletas adulteradas, em Manacapuru

 


 

Os indivíduos costumavam anunciar, em redes sociais, motocicletas adulteradas e abaixo do preço de mercado


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), prendeu em flagrante, na terça-feira (12/09), Lucas Parente de Souza, 21, e Vitor Rodrigues da Silva, 19, pelos crimes de utilização ou posse de veículo com sinal identificador adulterado e receptação. A prisão ocorreu no município de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus).

Conforme o delegado Rodrigo Barreto, titular da unidade especializada, a equipe investigativa estava em diligências apurando a venda de uma motocicleta Honda CG 125 ES, cor vermelha, com restrição de furto, por meio de uma plataforma de compra e venda. Desta forma, os policiais se deslocaram ao município onde haviam marcado com o anunciante.

“Ao chegarmos no local, fizemos, primeiramente, a abordagem de Lucas, que estava em posse de uma motocicleta Honda CG 150 Titan EX, cor preta, com sinais de adulteração de chassi, no número do motor e com a placa divergente da original. O indivíduo foi indagado a respeito da origem do veículo, porém não soube responder, e somente nos informou onde haviam outras motocicletas”, disse.

De acordo com o titular, ao tomar ciência da informação, a equipe policial foi ao local apontado por Lucas, onde foi localizada a motocicleta Honda CG 150 FAN ESI, cor cinza, em posse de Vitor, com os mesmos sinais do outro veículo.

“É importante ressaltar que a motocicleta Honda CG 125 ES, objeto de investigação da equipe, ainda não foi localizada, mas Lucas confessou que estava em posse do veículo e que havia vendido para um terceiro desconhecido”, falou.

O delegado ressalta que Lucas e Vitor, habitualmente, anunciam motocicletas em redes sociais abaixo do preço de mercado e todas produtos de ilícitos.

Procedimentos

Lucas e Vitor foram autuados em flagrante por utilização ou posse de veículo com sinal identificador adulterado e receptação, e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Foi feita a apreensão dos veículos e condução à DERFV para procedimentos cabíveis.

 


 


FOTOS: Divulgação/PC-AM.

Postar um comentário

0 Comentários