Idam inaugura Unidade Demonstrativa do Guaraná em Manacapuru no mês de dezembro

 

 Idam inaugura Unidade Demonstrativa do Guaraná em Manacapuru no mês de dezembro

 


A área, que terá 250 mudas da espécie, servirá para a capacitação e assistência técnica aos produtores rurais que atuam na cultura

 

Manacapuru, está a um passo de se tornar, também, referência em produção de guaraná no Amazonas, com a assistência do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). No próximo mês, o instituto inaugura, no município, uma Unidade Demonstrativa (UD) do Guaraná, a primeira da região do Baixo Solimões, em uma área de 0,30 hectare de terra firme. 

A UD está em fase final de instalação e funcionará no sítio Novo Canaã, no ramal do Acajatuba, propriedade privada, que pertence ao produtor Elias Medeiros do Carmo. O local servirá como referência de cultivo tecnificado e utilizado para realização de métodos de assistência técnica e extensão rural (Ater) aos agricultores do município e região metropolitana de Manaus (RMM).

Para o diretor-presidente do Idam, Vanderlei Alvino, a unidade representa um avanço significativo para a cultura do guaraná em Manacapuru, que, em 2022, produziu 1,5 tonelada do fruto, em uma área de seis hectares. “Acreditamos no potencial do município e na possibilidade da cultura se consolidar na cidade. Por isso, em dezembro, a unidade estará atuando a todo vapor e, inclusive, já planejamos um Dia de Campo para levar capacitação ao produtor rural e promover as boas práticas e tecnologias disponíveis voltadas à cultura”, disse.

Já o coordenador do Projeto Prioritário do Guaraná do Idam, Pedro Chaves, informou que uma equipe técnica do instituto tem intensificado as visitas técnicas na propriedade para que, até o final de dezembro, a instalação da UD seja concluída.

“Com isso, acredito que nossos produtores do Baixo Solimões poderão alcançar resultados positivos, com toda a assistência, apresentação de métodos e capacitação que prestaremos aos que atuam no cultivo. Fecharemos 2023 com chave de ouro e iniciaremos 2024 com pé direito, em relação à produção de guaraná em Manacapuru”, projetou. 

Processos

Com as cultivares de guaraná BRS Maués e BRS Amazonas, a unidade contará, inicialmente, com 250 plantas, que têm sido preparadas desde setembro pela equipe técnica do Idam. No local, já foram realizados processos como a escolha da área, coleta de solos, e neste mês, foi concluído o balizamento do local.

Após o balizamento, o instituto iniciou a abertura das ‘covas’ para o plantio dos cultivares, que será realizado a partir do mês de dezembro. Os insumos e mudas já foram adquiridos, segundo informou o Idam.


Unidade Demonstrativa

A UD do Guaraná em Manacapuru é uma iniciativa do Idam, por meio de atuações da unidade local (UnLoc) do instituto no município, da Gerência de apoio à Produção Vegetal (GPV) e Gerência de Capacitação e Metodologia de ATER (Gecam), com o apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Fazenda Manancial.


FOTOS: Divulgação/Idam

Postar um comentário

0 Comentários