Desmatamento no Amazonas tem maior queda do ano em novembro, aponta Imazon

 

Desmatamento no Amazonas tem maior queda do ano em novembro, aponta Imazon

 


 


Redução do desmatamento chega a 79%, segundo levantamento do Instituto divulgado nesta terça-feira (26/12)


Um levantamento realizado pelo Imazon, consolidado a partir do monitoramento por satélites, apontou que, em novembro, o Amazonas registrou a maior queda na taxa de desmatamento em 2023. Os dados indicam que, para o mês, o desmate foi de 14 km², 79% a menos do que a área calculada no mesmo período de 2022, quando atingiu 66 km².


As informações são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), divulgadas nesta terça-feira (26/12). Conforme o último boletim, o acumulado de janeiro a novembro, também apresentou reduções para o Amazonas. Neste período, o desmatamento teve redução de 66%, passando de 2.542 km² em 2022 para 868 km² neste ano.


A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) considera, em suas análises, dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que também indicam reduções nos dois cenários: -83% na análise mensal e -65,4% no acumulado (janeiro a novembro). Entretanto, o secretário da pasta, Eduardo Taveira, reforça que reconhece a importância de estudos como os realizados pelo Imazon. 


“É um resultado expressivo para o Amazonas, consolidando o que o Inpe já tinha definido e a aplicação do Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Queimadas (PPCDQ-AM), que está sendo implementado desde o início do ano e conta com a liderança da Casa Civil, por meio de um comitê que organiza as ações de todas as secretarias envolvidas, desde as secretarias de Segurança Pública, Produção Rural, Cidades e Territórios e outras”, pontuou.


Ele fala, ainda, das expectativas para 2024. “A gente espera que o planejamento para o ano que vem continue dando esse resultado positivo, ainda mais que o Estado agora está com um programa Jurisdicional de REDD+ [sigla para Redução de Emissões provenientes de Desmatamento e Degradação Florestal) e toda a redução é importante para gerar novos créditos de carbono de alta integridade no futuro”, completou o secretário.


Amazônia

Quando considerados todos os estados da Amazônia Legal, novembro também registrou a maior queda na taxa de desmatamento de todo o ano. Foram 116 km² neste ano contra 590 km² em 2022, representando uma baixa de 80% na comparação entre os meses. Esse também foi o menor patamar de desmatamento alcançado em novembro desde 2017. 


Já na análise do acumulado de janeiro a novembro, o Imazon aponta uma redução de 62% do desmatamento. De 10.286 km² registrados no ano passado, a Amazônia Legal contabilizou 3.922 km² em 2023, sendo a menor derrubada para o período desde 2017.


Foto: Divulgação/Sema

Postar um comentário

0 Comentários