Idam contabiliza mais 17 mil capacitações em 2023

 

Técnicos e produtores rurais: Idam contabiliza mais 17 mil capacitações em 2023

 


 

Metodologias e o uso de novas tecnologias foram destaques durante os cursos, palestras e Dias de Campo promovidos pelo instituto

Em 2023, promover a disseminação e o intercâmbio de conhecimentos entre técnicos e produtores rurais foi prioridade para o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam). Entre janeiro e dezembro, o instituto realizou mais de 17,5 mil capacitações, que ocorreram por meio de 58 cursos, 25 unidades demonstrativas e seis Dias de Campo.

“Não existe progresso sem conhecimento e proporcionar ao produtor rural o acesso a metodologias e novas técnicas é uma das principais bandeiras do Idam, que é o órgão de assistência técnica extensão rural (Ater) do Amazonas. O processo de aprendizagem e a troca de conhecimento entre os trabalhadores rurais foi fator determinante para o fortalecimento dos mais diversos segmentos do nosso setor primário”, avaliou o diretor-presidente do Idam, Vanderlei Alvino.

Das 17,5 mil capacitações realizadas pelo Idam, oito mil ocorreram por meio da Gerência de Capacitação e Metodologia e Ater (Gecam). Entre os temas abordados durante o intercâmbio de conhecimento estiveram, principalmente, o uso de novas tecnologias, como mecanização agrícola, nutrição de plantas e boas práticas de cultivo.

Além da Gecam, demais gerências, unidades locais e postos avançados próprios, o Idam também firmou parcerias com universidades, institutos de pesquisa e todos os demais órgãos do Sistema Sepror — Secretaria de Produção Rural (Sepror), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Agência de Defesa Agropecuária e Florestal Sustentável do Amazonas (Adaf) — para a viabilização de capacitação de produtores rurais e técnicos atuantes na área de Ater no estado.

Dias de Campo

O Dia de Campo esteve entre os projetos de capacitação do Idam que tiveram destaque ao longo de 2023. A iniciativa visa promover as culturas de pitaya, abacaxi, café, pecuária sustentável, piscicultura, citros, entre outras.

Entre as diversas metodologias utilizadas pelo Idam para formação dos agricultores, destacaram-se, neste ano, os Dias de Campo realizados para as cadeias produtivas do café, pitaya, piscicultura, pecuária sustentável, citrus e abacaxi.

As atividades foram realizadas em propriedades rurais nos municípios de Manaus, Rio Preto da Eva, Iranduba, Presidente Figueiredo e Itacoatiara. Além dessas edições, a Gecam realizou outros nove Dias de Campo, que reuniram mais de duas mil pessoas envolvidas nas culturas abordadas no projeto.

“O Idam trouxe especialistas das principais culturas agrícolas, tanto do Amazonas quanto de outros estados do Brasil, para levar o conhecimento aos agricultores familiares e, ao mesmo tempo, qualificar os técnicos do próprio instituto”, concluiu o gerente da Gecam, Pedro Chaves.


Fotos: Kevyn Sousa e Marfran Vieira/Idam

Postar um comentário

0 Comentários